Avançar para o conteúdo principal

De lixo a tesouro: Adidas faz ténis a partir do lixo do oceano

Dizer que a poluição do oceano é um grande problema é um eufemismo. De acordo com a UNESCO, em 2006, havia 46 000 pedaços de plástico a flutuar a cada milha quadrada de oceano. Estes detritos de plástico são responsáveis pelas morte de mais de um milhão de aves marinhas e 100 000 mamíferos marinhos todos os anos. E isto é só o que sabemos sobre, porque o impacto destes detritos de plástico na vida marinha é em grande parte desconhecido.
Para ajudar a sensibilizar estes problemas, a marca alemã de artigos desportivos, Adidas, uniu forças com a Parley, uma organização criada em 2013 e dedicada à realização de projetos para proteger e conservar os oceanos da Terra.

Num evento hospedado na passada semana pelas Nações Unidas, Eric Liedtke (Adidas) e o fundador da Parley, Cyrill Gutsch, revelaram um novo projeto: um protótipo de um sapato que tem a parte superior feita inteiramente a partir de resíduos reciclados do oceano e redes de alto-mar ilegais.
Estas redes foram recuperadas pelo parceiro da Parley, Sea Shepherd, que gastou 110 dias a seguir um navio de pesca ilegal, conseguindo capturá-lo ao largo da costa da África Ocidental.

"Na Parley, queremos estabelecer os oceanos como uma parte fundamental do debate em volta das mudanças climáticas. O nosso objetivo é aumentar a sensibilização do público e inspirar novas colaborações que possam contribuir para proteger e preservar os oceanos", disse Gutsch.

"Estamos extremamente orgulhosos que a Adidas se tenha juntado a nós nesta missão e esteja a colocar a sua força criativa por trás desta parceria, para mostrar que é possível transformar estes detritos dos oceanos em algo bom".

Em Abril, quando foi anunciada a parceira com a Parley, a Adidas também anunciou que iria eliminar a utilização dos sacos de plástico em todas as lojas.
"Estamos muito animados por colaborar com a Parley, pois eles trazem a causa dos oceanos à atenção das Nações Unidas", disse Liedtke." A Adidas tem sido um líder em sustentabilidade, mas esta parceria permite-nos explorar novas áreas e criação de materiais e produtores inovadores para os nossas atletas. Convidamos todos a juntar a esta jornada para limpar os oceanos".

Este conceito de sapato, que ainda não tem nome, poderá não chegar às prateleiras na sua forma atual, mas algo muito parecido com o mesmo já está pensado e planeado.


Via:
Cnet
Imagens retiradas de:
Adidas
noaa

Mensagens populares deste blogue

GoPro anuncia Hero5 Black, Hero5 Session e um drone

Depois de terem vindo a anunciar uma nova câmara durante meses, a GoPro, finalmente, tem dois novos modelos a Hero5 Black a 429,99€ e a Hero5 Session a 329,99€. Ambas as câmaras serão lançadas dia 2 de outubro.
A primeira é uma revisão completa e uma nova câmara flagship (importante) para a marca. A outra é uma versão melhor do modelo original de 2015, mas com menos funcionalidades principais que a Black tem, para ajudar a tornar algumas decisões mais fáceis.

Ambas as câmaras são impermeáveis até 10 metros sem proteção. As câmaras GoPro anteriores eram apenas resistentes e à prova de água quando numa caixa de policarbonato, e lidar com estas caixas era um aborrecimento. Presumivelmente haverá caixas de mergulho para aqueles que querem ir mais fundo ou que precisam de proteção contra choques, mas o consumidor poderá simplesmente tirar a câmara da caixa e ir para a praia e surfar com esta.
A GoPro também introduziu o que chama de estabilização eletrotécnica de imagem, de nível profiss…

A China está a construir o maior radiotelescópio do mundo em Guizhou

Técnicos já começaram a montar o maior radiotelescópio do mundo, chegando a ter o tamanho de 30 campos de futebol, nas montanhas de Guizhou, a sudoeste da China.

Dia 23 deste mês, os mesmos, começaram a montar os refletores da parabólica, que tem 500 metros de diâmetro e é feito de 4,450 painéis, Cada painel tem a forma de um triângulo equilátero com os 3 lados a medirem 11 metros de comprimento.

Uma vez completo, antena parabólica esférica chamada FAST será a maior do mundo, superando a de Arecibo, em Porto Rico, que tem 300 metros de diâmetro.

Nan Rendong, chefe cientista do projeto FAST em conjunto com o Observatório Nacional da Academia Chinesa de Ciências, reportou aos meios de comunicação que este radiotelescópio será capaz de captar sinais mais fracos.

"Um radiotelescópio é como um ouvido sensível, podendo ouvir mensagens de rádio significativas de ruído branco no universo. É como conseguir ouvir o som de cigarras numa tempestade", disse.

A antena parabólica está a s…

Solar Impulse 2 completa volta ao mundo apenas com energia solar

"Este voo representa o enrolar mais incrível desta aventura."

História foi feita muito cedo no dia 26 de julho, quando o primeiro voo tripulado, de só um lugar, alimentado exclusivamente por energia solar, foi concluído.
BREAKING: we flew 40'000km without fuel. It's a first for energy, take it further! #futureiscleanpic.twitter.com/JCvKTDBVZx — SOLAR IMPULSE (@solarimpulse) 26 de julho de 2016 A circum-navegação movida a energia solar começou em Abu Dhabi em março de 2015, e a viagem, originalmente, deveria ter terminado cerca de cinco meses depois, em agosto. Mas uma combinação de tempo e falhas técnicas levaram a atrasos significativos, sendo que a aeronave Solar Impulse 2 passou a maior parte do inverno passado num hangar havaiano.

O voo de 40 mil quilómetros foi partilhado entre André Borschberg e o recordista em balões de ar quente, Bertrand Piccard, que alternaram as 17 etapas da viagem entre eles. A parte mais longa no ar ocorreu entre Japão e Havai, que, …