Avançar para o conteúdo principal

"Aranha" robot da Lockheed Martin procura pequenos buracos em dirigíveis, e de seguida, corrige-os

https://www.flickr.com/photos/133013145@N08/28702256095/in/photostream/lightbox/
A indústria dos dirigíveis não é grande, mas poderia ser muito mais, e lucrativa, para os envolvidos, se houvesse uma maneira fácil e barata de reparar buracos nestes. Felizmente a Lockheed Martin está em cima do acontecimento, tendo desenvolvido uma "aranha" robot para andar por toda a cobertura do dirigível, procurando buracos reparando-os de seguida.

Os reparos são um grande problema num dirigível em andamento. Mesmo com os buracos mais pequenos, grande parte da eficiência da aeronave perde-se, por isso manter a cobertura arranjada é incrivelmente importante. Antes da existência deste robot, procurar e reparar este buracos envolvia muita mão de obra, pela cobertura, para os encontrar.
Isso parece tão século XX, de modo que os investigadores da Lockheed Martin desenvolveram a SPIDER (aranha): um "instrumento de propulsão automático para avaliação e reparação de danos nos dirigíveis". Este dispositivo tem montado uma série de fios o que faz parecer que seja mesmo uma aranha.

Na realidade, esta "aranha" funciona de forma semelhante aos imanes que se usam para limpar os tanques de peixes. A "aranha" está fixa em duas metades, uma para o exterior da cobertura e outra para o interior. Juntas, estas movem-se ao longo de toda a superfície da cobertura e, usando uma luz numa metade e um sensor na outra, vão detetando se há danos. Melhor ainda, ao detetar os danos, estas corrigem-nos de seguida e não haverá mais nenhum problema.
Porquê que a Lockheed Martin, uma das empresas empreiteiras mais avançadas em indústria aeroespacial e em forças armadas, está a desenvolver dirigíveis? Porque esta acredita que um novo design híbrido nos dirigíveis poderia ser perfeito para tarefas específicas no futuro, como o transporte de baixo custo, de socorro, ou mesmo para uso militar. "Os dirigíveis híbridos oferecem uma grande capacidade de transporte com uma economia de combustível significativa e custos operacionais reduzidos."

Não é ainda claro se a Lockheed Martin começou a compartilhar a sua tecnologia com outras empresas, mas não há duvida que outras empresas na indústria dos dirigíveis quererão também ter uma "aranha".
Veja como a SPIDER (instrumento de propulsão automático para avaliação e reparação de danos nos dirigíveis) resolve um dos maiores desafios enfrentados na indústria dos dirigíveis.

Em baixo poderá ver uma pequena explicação [em inglês] sobre o dirigível híbrido da Lockheed Martin:

Fontes:
Digital Trends
New Atlas
The Verge
Lockheed Martin
Imagens retiradas de:
YouTube

Mensagens populares deste blogue

GoPro anuncia Hero 6 Black, a câmara 360 Fusion e novas funcionalidade para o drone Karma

GoPro Hero 6 Black

Após uma espera ansiosa a GoPro revelou a mais recente da sua série de Heros, a Hero 6 Black, que tendo um design semelhante à Hero 5 Black, está repleta com um novo processador desenhado pela GoPro chamado GP1, que oferece melhor qualidade e desempenho de imagem.

Para os iniciantes, esta é a primeira vez que a GoPro desenvolveu e usou o seu próprio processador especializado. Este processador duplica o frame rate/fps da Hero 5 Black. Grava 4K a 60fps e 1080 a uns enormes 240fps. Praticamente falando, isto significa que o utilizador poderá reproduzir o seu vídeo de 4K a uma velocidade de 40% (se a edição final for a 24fps) e será agradável e suave.

A GoPro afirma também que a Hero 6 Black possui a mais avançada estabilização de qualquer uma das suas câmaras, mas ainda é uma estabilização eletrónica de imagem e não a estabilização de imagem ótica/OIS. A estabilização eletrónica geralmente custa um pouco de qualidade de imagem, mas a Hero 6 Black consegue gravar em 4…

GoPro anuncia Hero5 Black, Hero5 Session e um drone

Depois de terem vindo a anunciar uma nova câmara durante meses, a GoPro, finalmente, tem dois novos modelos a Hero5 Black a 429,99€ e a Hero5 Session a 329,99€. Ambas as câmaras serão lançadas dia 2 de outubro.
A primeira é uma revisão completa e uma nova câmara flagship (importante) para a marca. A outra é uma versão melhor do modelo original de 2015, mas com menos funcionalidades principais que a Black tem, para ajudar a tornar algumas decisões mais fáceis.

Ambas as câmaras são impermeáveis até 10 metros sem proteção. As câmaras GoPro anteriores eram apenas resistentes e à prova de água quando numa caixa de policarbonato, e lidar com estas caixas era um aborrecimento. Presumivelmente haverá caixas de mergulho para aqueles que querem ir mais fundo ou que precisam de proteção contra choques, mas o consumidor poderá simplesmente tirar a câmara da caixa e ir para a praia e surfar com esta.
A GoPro também introduziu o que chama de estabilização eletrotécnica de imagem, de nível profiss…

Executivo da Google quebra recorde ao saltar (ainda) mais alto que Felix Baumgartner.

Alan Eustace saltou a uma altitude de 41419 metros , quebrando assim o recorde de Felix Baumgartner.

Conhecido como cientista da computação caiu de um balão que estava próximo do topo da estratosfera, na Sexta-feira, caindo mais rápido que a velocidade do som, chegando a quebrar o recorde mundial de queda livre que se tinha realizado há dois anos por Felix Baumgartner.

Durante pouco mais de duas horas, o balão subiu a velocidades de 1.600 pés por minuto (29 Km/h) até chegar a uma altitude de aproximadamente 25 milhas (~40 km). Eustace estava num espaço concebido especificamente com um sistema elaborado de suporte de vida. Após 15 minutos de queda livre Eustace finalmente chegou à Terra. 
"Foi incrível", disse. "Foi lindo. Podia-se ver a escuridão do espaço como também as camadas da atmosfera, coisa que nunca tinha visto antes. "
Eustace soltou-se do balão com a ajuda de um pequeno dispositivo explosivo e apartir daí começou a cair em direção à terra a velocidades q…